sábado, 16 de março de 2013

ANO C - CEIA DO SENHOR

ENTRADA

Quanto a nós devemos gloriar-nos na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo
 
Quanto a nós devemos gloriar-nos na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo/Que é nossa salvação, nossa vida/ Nossa esperança de Ressurreição/E pelo qual fomos salvos e libertos/
1- Esta é a noite da Ceia Pascal/ A Ceia em que o nosso Cordeiro se imolou.
2- Esta é a noite da Ceia do amor/ A Ceia em que Jesus por nós se entregou.
3- Esta é a Ceia da nova aliança/  Aliança confirmada no sangue do Senhor.

Ou

Nós nos gloriamos na cruz de Nosso Senhor

 
Nós nos gloriamos na cruz de nosso Senhor/ 
Que hoje resplandece com o novo mandamento do amor.
1- Na ceia da nova aliança, Jesus na tarde santa ao Pai se entregou/
Na ceia que hoje acontece o povo oferece a Deus o seu louvor.
2- Comer e beber pão e vinho, Sinais de carinho, anúncio de amor/
Na luta de cada jornada, a cruz é pesada. Salvai-nos, Senhor.
3- Viver, partilhar cada dia a dor, a alegria, nos faz celebrar/
A Páscoa de Cristo, de novo, na vida do povo, pra ressuscitar.
4- O povo, carrega tua cruz nos escuro e na luz, marchando assim vai/
A cruz plenifica a vida, resposta sofrida, vontade do Pai.

Ou ainda

Ninguém pode se orgulhar a não ser nisto
 
Ninguém pode se orgulhar a não ser nisto,/
nos orgulha-mos na cruz de Jesus Cristo,/
nele estão a vida e a ressurreição,/
nele, a esperança de libertação. 
1- Deus se compadece e de nós se compraz,/
em nós resplandece seu rosto de paz.
2- Pra que o povo encontre, Senhor, teu caminho/

e os povos descubram teu terno carinho.
3- Que todos os povos te louvem, Senhor,/

que todos os povos te cantem louvor!
4- Por tua justiça se alegram as nações,/

com ela governas da praia aos sertões.
5- O chão se abre em frutos, é Deus que abençoa!/

E brotem dos cantos do mundo esta loa! 

SALMO RESPONSORIAL 115 (116)

 
O cálice por nós abençoado/ é a nossa comunhão com o sangue de Jesus.
1- Que poderei retribuir ao Senhor Deus,/ por tudo aquilo que ele fez em meu favor!
Elevo o cálice da minha salvação/ invocando o nome santo do Senhor.
2- É sentida por demais pelo Senhor,/ a morte dos seus santos, seus amigos.
Eis que sou o vosso servo, ó Senhor,/ vós me quebrastes os grilhões da escravidão.
3- Por isso oferto um sacrifício de louvor/ invocando o santo nome do Senhor.
Vou cumprir minhas promessas ao Senhor,/ na presença de seu povo reunido.

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO

Eu vos dou um novo mandamento:/
“que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei”, disse o Senhor.
1- Felizes os puros em seus caminhos/ Os que andam na lei do Senhor.
2- Felizes os que guardam os seus preceitos/ E o procuram de todo o coração.
3- Promulgastes os vossos preceitos/ Para serem guardados fielmente. 

LAVA-PÉS
 
1- Jesus erguendo-se da ceia
Jarro e bacia tomou
Lavou os pés dos discípulos
Este exemplo nos deixou
Aos pés de Pedro inclinou-se
Ò Mestre, não por quem és?
/: Não terás parte comigo
Se não lavar os teus pés.:/
2- És o Senhor, tu és o Mestre
Os meus pés não lavarás
O que ora faço não sabes
Mas depois compreenderás
Se eu vosso Mestre e Senhor
Vossos pés hoje lavei
/: Lavai os pés uns dos outros
Eis a lição que vos dei.:/
3- Eis como irão reconhecer-vos
Como discípulos meus
Se vos ameis uns aos outros
Disse Jesus para os seus
Dou-vos novo mandamento
Deixo ao partir nova lei
/: Que vos ameis uns aos outros
Assim como eu vos amei.:/


OFERTÓRIO

Onde o amor e a caridade, Deus aí está!
1- Congregou-nos num só corpo o amor de Cristo/
Exultemos, pois, e nele jubilemos./
Ao Deus vivo nós temamos, mas amemos./
E, sinceros, uns aos outros, nos queiramos.

2- Todos juntos, num só corpo congregados:/
Pela mente não sejamos separados!/
Cessem lutas, cessem rixas, dissensões,/
Mas esteja em nosso meio Cristo Deus!

3- Junto um dia, com os eletios, nós vejamos/
Tua face gloriosa, Cristo Deus:/
Gláudio puro, que é imenso e que ainda vem,/
Pelos séculos dos séculos. Amém.


COMUNHÃO
1- Eu quis comer esta ceia agora, pois vou morrer, já chegou minha hora.
Tomai, comei, é meu Corpo e meu Sangue que dou./

Vivei no amor! Eu vou preparar a ceia na casa do Pai.  
2- Comei o Pão: é meu Corpo imolado por vós, perdão para todo pecado.
3- E vai nascer do meu Sangue a esperança, o amor, a paz; uma nova aliança.
4- Eu vou partir, deixo o meu testamento: Vivei no amor! Eis o meu mandamento.
5- Irei ao Pai; sinto a vossa tristeza; porém, no céu, vos preparo outra mesa.
6- De Deus virá o Espírito Santo, que vou mandar pra enxugar vosso pranto.
7- Eu vou, mas vós me vereis novamente; estais em mim e eu em vós estou presente.


Gente não estou conseguindo anexar o arquivo do canto de comunhão, nem postar o vídeo do youtube, mas vocês poderão acessar por este link. http://www.youtube.com/watch?v=NNIQtq4mxiw 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário